12 de dezembro de 2016

Voar de Parapente no Castelinho (Petrópolis- Serra dos Orgãos)


Texto e Imagens: Flávio dias - ALTITUDE PARAPENTE


Esse H&F já faz parte dos meus sonhos há bastante tempo, local muito bonito, fui diversas vezes a pé com a família e o dog, e sempre observava a condição.

A trilha do Castelinho é uma trilha bem gostosa de subir e dependendo da intensidade do vento, bem tranquila de voar, a montanha fica dentro da área de vôo da rampa do Morin na cidade de Petrópolis, região serrana do Rio.

A TRILHA


Iniciamos a subida pela estrada que dá acesso as torres do Morin, local conhecido como a rampa com maior desnível do país 1450ms, a caminhada até o Castelinho é bem sinalizada e pouco inclinada, a subida leva cerca de 40 minutos com folga. Alguns trechos entre pedras e com água potável pelo caminho.

A chegada ao topo é bem bonita, a área de floresta se abre e uma clareira que vai até o topo, com uma vista incrível do Rio de Janeiro e da cidade de Petrópolis.

Decolagem

A área do topo é bastante ampla e com boas opções de decolagem, escolhemos uma área bem no topo entre as pedras, um pouco mais curta, mas tínhamos um bom posicionamento no vento. As condições para voo no Castelinho são melhores em vento NW moderado, experimentamos a montanha com SE e SW, mas realizamos sempre decolagens para o NW em função da entrada do vento no topo. Como a montanha fica atrás das torres do Morin, desaconselhamos as decolagens com ventos fortes.

O voo


Um voo bem fácil, contamos com pouso na região da baixada, inclusive o pouso oficial de Fragoso, nas duas investidas o voo foi bastante promissor, ganhamos bastante altura sobre as pedras e partimos na direção de Guapimirim, aos pés da Serra dos Orgãos. A região de vôo já é familiar dos pilotos do Rio, o que torna o aproveitamento do local excelente, tendo em vista que as melhores rampas da cidade são de quadrante S e SW.

O Castelinho é uma boa opção de H&F para quem inicia no esporte, por tratar-se de um local com fácil acesso e voo tranquilo, com boa opção de pouso.

Participaram do vídeo, Flavio Dias e Samuel Rocha, e a equipe Go Drone

Link do vídeo:



Nenhum comentário:

Postar um comentário