1 de agosto de 2016

Voar de Parapente na Pedra da Gávea

Texto e fotos: Flavio Dias, Altitude Parapente



O Hike and Fly da Pedra da Gávea é considerado o início do esporte em território brasileiro, segundo alguns registros de lá foi realizado o primeiro voo de parapente no país.

O lugar é incrível, com uma trilha bastante íngreme e cansativa, feita em um tempo normal de
2h15m de caminhada semi- pesada, com alguns trechos de escalada nível básico. O trecho da
"carrasqueira" requer maior atenção, uma parede de 18ms sem proteção, onde é necessário
o uso de equipamentos de segurança.


A Trilha para Pedra da Gávea


A trilha inicia no Condomínio na Estrada Sorimã, para maior conforto deixamos sempre o carro
no Clube São Conrado de Voo Livre, de lá partimos em um dos carros de resgate que trabalham no Clube. O caminho é bem sinalizado e difícil de confundir, com água no início e meio.

As melhores condições de decolagem no topo da Gávea são nos ventos Leste, Leste/Nordeste e Nordeste, normalmente fracos a moderados, são possíveis decolagens nos quadrantes Sul e Sudeste, já realizamos decolagens nos quadrantes Oeste e Sudoeste mas com fatores complicadores.

O Voo de Parapente da Pedra da Gávea


O voo é bem bonito e bem tranquilo de ser realizado inclusive por pilotos sem grande experiência, com sobrevoo da área de São Conrado, podendo sobrevoar uma boa distância, dependendo da condição visitando a estátua do Cristo, no morro do Corcovado!

O Pouso


A área de pouso utilizada é a do Clube São Conrado de Voo Livre, na orla de São Conrado, onde existe banheiro e chuveiro, o banho de mar e o açaí gelado depois da aventura é obrigatório
para finalizar esse Hike and Fly clássico.

Desaconselhamos a subida após períodos de chuva, pois a trilha fica bastante encharcada e o
risco de entubar é grande.


Video:


Hike And Fly Gavea from Samuka on Vimeo.



TRILHA ALTERNATIVA


Essa trilha é uma nova opção de subida para a Pedra da Gavea, bastante exigente para o H&F devido a inclinação e escadas de raiz que exigem muito das pernas da galera.

O desbravador dessa trilha foi o escalador e piloto Gustavo Silvano que me convidou para subir quando foi colocar os cabos de proteção na via, a trilha percorre parte do caminho feito pelos exploradores para a Pedra, ele iniciaram pela atual rampa de Asa da Pedra Bonita, e a grande vantagem que boa parte do caminho é plano e fácil de caminhar, essa parte do caminho reduz o tempo de subida em até 1:00.

Gastamos cerca de 40 minutos de caminhada até a chaminé Eli, o trajeto por dentro da chaminé é bastante arriscado, pois eleva-se há 20 metros, nesse trecho o Gustavo achou um trajeto de pedra exposto, onde colocou proteção de cabos de aço e correntes, m,as o uso de equipamentos é aconselhável.

Após a passagem desse trecho, estamos há 20 minutos da Praça da Bandeira, e daí em diante usa-se o caminho habitual de subida.

É bom que se utilize guia para esse H&F, pois trata-se de um percurso novo e as proteções instaladas ficam um pouco escondidas, a passagem por dentro da chaminé com equipamentos é bastante perigosa.

Participaram das imagens desse vídeo,. Flavio Dias E Gustavo Silvano.

Vídeo:

Hike&Fly Gavea Rock, Rio/Brazil from Altitude Parapente on Vimeo.

Um comentário:

  1. uma subida sempre magica
    https://www.youtube.com/watch?v=uoV50iFGwzU&t=456s

    ResponderExcluir